Fechar Fechar
Relais & Chateaux é uma coleção exclusiva dos 500 melhores hotéis de luxo e restaurantes gourmet em 60 países.
Das vinhas de Napa Valley até as praias de Bali, as oliveiras na Provence até as reservas da África do Sul, Relais & Châteaux reúne as paisagens mais bonitas da viagem para descobrir todas as regiões de cada país.
Fechar Fechar
A arte de dar Relais & Châteaux com nossos pacotes e certificados de presente CRÉATION. Para um fim de semana encantador em um ambiente excepcional, uma vida fora do mundo, ou um jantar gourmet à mesa de um dos nossos grandes chefs, mais de 300 casas Relais & Chateaux bem-vindos aqueles que você selecionado para preencher, para uma experiência inesquecível.

Beneficiário de um presente CRÉATION? Beneficiário de um passe LYS?

Fechar Fechar
Descubra uma turnê mundial da coleção da Relais & Chateaux. Seja qual for a ocasião, independentemente da duração da sua estadia, cada instituição vai oferecer o melhor de sua cultura e seu terroir.
Nosso canal de televisão
Veja os nossos vídeos temáticos
 
 
Fechar Fechar
Viver uma experiência Relais & Châteaux é experimentar novas sensações. Cada uma das nossas instalações oferece para explorar uma paleta sensorial única, onde a beleza de um lugar, o calor da acolhida e da qualidade de uma tabela são combinados à perfeição. Fragrâncias e sabores, cores e paisagens tornam cada estadia um momento raro e intenso
Fechar Fechar
Descubra a excelência da gastronomia oferecida em nossas instituições: Clássico ou contemporâneo, é sempre inventivo e surpreendente. Criatividade comemorado em todo o mundo, como nossos grandes Chefs estão entre a elite da gastronomia mundial.

Região de Paris

Dê minhas lembranças à...

Escritório da Central de Reservas (Estados Unidos da América)

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Descobrir
as Rotas
du Bonheur de...

Michel Troisgros
ver todas as Routes du Bonheur

Proprietário da Maison Troisgros
Route du Bonheur 60 anos da Relais & Châteaux, ao longo da Nationale 7

A história da nossa casa escreve-se em paralelo com a da Relais & Châteaux. Há muito tempo, o meu pai, Pierre Troisgros, foi um membro ativo da associação. Esteve no início do desenvolvimento da ’’Relais de Campagne’’ e da grande cozinha francesa. Esta bela ideia esteve na origem da criação da ’’Relais Gourmands’’, uma marca que distinguia então as melhores mesas da associação e que estimulava os cozinheiros.
Situada em Roanne, em frente à estação ferroviária, a nossa casa era uma das raras Relais & Châteaux de província localizada numa cidade. Roanne estava e ainda está situada na estrada Nationale 7, a ’’Rota do Sol’’ cantada e pintada pelos maiores artistas. Em 1954, a Nationale 7 era o principal eixo rodoviário que ligava o Norte ao Sul, atravessando o centro de cidades e aldeias e criando filas de trânsito intermináveis durante as férias.
Agora, a Nationale 7 brinca às escondidas com os GPS ou os desvios. Hoje em dia, querer segui-la é um verdadeiro quebra-cabeças, apesar de ainda existirem as árvores ao longo da estrada, as estações de serviço abandonadas e os vestígios de publicidade antiga nos muros das quintas envelhecidas.
Depois de Jean-Baptiste, depois de Jean e Pierre, depois de nós, talvez os nossos filhos César e Léo nos sucedam… Dentro de algum tempo, num local nobre e agrícola, não muito longe da estação ferroviária de Roanne, a nossa casa irá assumir uma nova forma. Costumamos dizer que os bons dias vêm com a Nationale 7. Por isso, convido-vos a acompanharem-nos nesta viagem pela Route du Bonheur…

Para inspirar o viajante, Relais & Châteaux propõe suas Routes du Bonheur: sugestões de itinerários que você poderá adaptar conforme seus interesses e experiências desejadas. Nossos consultores estão a sua disposição para personalizar o seu roteiro e auxiliar suas reservas em nossos estabelecimentos.
Exemplo para uma estadia de 10 noites a partir de 2330€*
* Preço mínimo estimado por pessoa, sujeito á disponibilidade, com base em um quarto duplo ocupado por duas pessoas, incluindo hospedagem, café da manhã e jantar (com base em um menu, sem bebidas inclusas) nos estabelecimentos sugeridos no itinerário.
A reserva de atividades no local e nas proximidades é de responsabilidade do cliente.

Minha Rota du Bonheur
1ª Etapa: 2 dias, 2 noites

Auberge des Templiers

Seis hectares de felicidade
Auberge des Templiers
Ponto de partida da primeira Route du Bonheur em 1954, o Auberge des Templiers é o garante da memória da Relais & Châteaux. Sessenta anos volvidos, as magníficas vigas, os tijolos cor de rosa e o parque viçoso situados às portas do Vale do Loire e da Sologne compõe uma imagem de marca da identidade da associação. ’’No início, a Route du Bonheur possibilitou que os seus membros se dessem a conhecer melhor, lembra o seu proprietário Philippe Dépée. Com o passar do tempo, desenvolveuse uma relação mais profunda entre a associação e os seus membros. Como em todas as associações que perduram, os membros forjam a identidade da associação tanto como a associação influencia a identidade dos seus membros.’’

Perto da propriedade...

A Ponte-Canal de Briare

Diz-se que é ’’uma Torre Eiffel das vias navegáveis’’. A ponte-canal metálica de Briare foi, durante mais de um século, a maior do mundo. Construída entre 1890 e 1896, a infraestrutura continua a dominar la Loire e o antigo canal lateral construído sob o reinado de Henrique IV. O próprio Gustavo Eiffel colaborou na sua realização. À época, Briare era um centro nevrálgico do tráfego fluvial. Hoje em dia, são as barcaças dos veraneantes que beneficiam desta deslumbrante paisagem. Alguns metros acima do rio, parece que os barcos voam...

Na rota...

As vinhas de Sancerre e Pouilly

’’A adega sempre foi um dos locais mais importantes do Auberge, sublinha Philippe Dépée. Adoro o trabalho da vinha. Talvez seja porque, à semelhança do meu, se faz com o amor por um local, um terroir e a exigência do bem-fazer.’’ Em ambas as margens do rio Loire, as vinhas de Sancerre e Pouilly presenteiam-nos com as suas mais belas cores. Aqui são produzidos alguns dos melhores vinhos Sauvignon Blanc e Pinot Noir do nosso país. As castas e os vinhos que enriquecem a carta do restaurante do Auberge, propriedade do Grand Chef Yoshi Miura.

Os Grands Chefs da Borgonha…

Em Joigny, nas margens do rio Yonne, no norte da Borgonha, Jean-Michel Lorain cultiva a obra criada pelo seu pai. O Grand Chef do La Côte Saint Jacques & Spa propõe uma Borgonha reinventada, entre caracóis e especiarias do outro lado do mundo. A região de Chablis conduz-nos à impressionante Basílica de Santa Maria Madalena de Vézelay, classificada como património mundial da UNESCO. Sob a proteção benfeitora do local santo, o Grand Chef Marc Meneau casa o seu saber-fazer, adquirido pacientemente através dos livros, com os melhores produtos da região, no seu restaurante apropriadamente chamado L’Espérance. Em Saulieu, Patrick Bertron cuida com paixão e rigor do Relais Bernard Loiseau. O Grand Chef conservou o espírito dos pratos ’’clássicos’’ do antigo dono, mas renovando-os subtilmente. Não muito longe de Beaune, Éric Pras desenvolve a sua arte na ilustre Maison Lameloise, seguindo com paixão o legado dos seus antecessores e dando continuidade a um trabalho de excelência. A alguns quilómetros, o clima da Borgonha proporciona as melhores vinhas da região ao abrigo de pequenos muros. Puligny-Montrachet, Vosne-Romanée, Vougeot e Gevrey-Chambertin estão ao alcance da mão… ou de um copo.

La Côte Saint Jacques & Spa
L’Espérance
Le Relais Bernard Loiseau
Maison Lameloise

Podemos aconselhá-lo na reserva de sua rota. Contate sua Central de Reservas :

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Revenir en haut de page
2ª Etapa: 2 dias, 2 noites

Troisgros

Excelência na simplicidade
Troisgros
Quando o meu avô Jean-Baptiste se decidiu instalar em Roanne nos anos trinta, a cidade já florescia graças à indústria têxtil. ?quela época, a estação ferroviária de Roanne encontravase na linha PLM (Paris-Lyon-Marselha). A cidade de Lyon está apenas a 90 quilómetros. A indústria têxtil já não é o que era, mas continuamos fiéis à nossa cidade. Ao longo do tempo, criámos uma relação estreita, singular e sustentável com os nossos produtores e fornecedores. Aqui, os recursos são ricos e variados: a planície, o rio, os lagos, as florestas e a montanha. Localizada em frente à estação ferroviária desde 1930, o nosso estabelecimento irá mudar de lugar em 2017. Simplesmente porque a tradição, para continuar, tem de se renovar…

Perto da propriedade...

O túnel de Hervé Mons, Ambierle

Hervé Mons é um amigo e um dos melhores especialistas na maturação de queijos. Considerado Meilleur Ouvrier de France, Hervé Mons conhece como a palma da sua mão as quintas, as tradições e o saber-fazer. Ao longo dos anos, tornou-se numa referência na profissão. Uma centena de produtores espalhados pelos quatro cantos de França e não só, confiam-lhe a maturação e a comercialização dos seus queijos. A mais pequena manada tem apenas quatro vacas, produzindo anualmente apenas algumas dezenas de queijos. Há alguns anos, Hervé Mons teve a ideia de transformar um túnel ferroviário numa cave e é aí que, presentemente, realiza a maturação dos queijos Beaufort, Salers, Cantal, Comté, Lavort, Gruyère e diversos queijos da Saboia.

Mons Fromages

O mercado de gado, Saint Christophe en Brionnais

Quando era miúdo, o meu pai trazia-me aqui com frequência. A partir de Roanne, ziguezagueamos pelas colinas da região de Charolais. É uma bonita viagem através de verdejantes bosques interrompidos aqui e ali por algumas aldeias que ostentam orgulhosamente as suas igrejas romanas. Todas as quartas-feiras, ao meio-dia, o mercado reúne inúmeros criadores de gado da raça charolês que vendem os seus bovinos. Todos os anos, são vendidas perto de 70.000 cabeças. Desde 2009 que existe um leilão que complementa o mercado tradicional criado no final do século XV. No caminho, é imprescindível parar na Colline du Colombier, a nossa magnífica estalagem perdida no meio do campo, em Iguerande, uma aldeia onde a casa Leblanc produz um excelente óleo de noz

A vinha da Côte-Roannaise

Partilhada por cerca de 50 produtores independentes, esta pequena vinha goza de uma DOC desde 1994. O meu pai colaborou durante muitos anos com Robert Sérol, produtor vinícola em Renaison. Hoje em dia, com o seu filho Stéphane, partilhamos a Blondins, uma pequena vinha de dois hectares, plantada em Gamay. O resultado é um vinho frutado e expressivo que está disponível nos nossos estabelecimentos e até em restaurantes de Tóquio.

Domaine Sérol

Bienal de Arte Contemporânea de Lyon

Sendo um apaixonado pela criação artística, não falto a nenhuma edição da Bienal de Arte Contemporânea de Lyon. Foi no início dos anos 90 que a primeira edição da Bienal invadiu o espaço Halle Tony Garnier. Aí descobri um mundo fascinante de artistas como Boltanski, Philippe Favier, Annette Messager, Buren, Viallat, Traquandi, entre outros. Foi também na Bienal que descobrimos o trabalho do arquiteto Patrick Bouchain, com quem concebemos a futura Maison Troisgros. Em 2015, o curador americano Ralph Rugoff será o comissário da Bienal...

La Biennale de Lyon

Na rota...

Os Grands Chefs de Lyon e arredores

Guy Lassaussaie transformou o antigo estábulo criado pelo seu bisavô numa casa elegante com linhas contemporâneas. Filete de robalo, lagosta crocante, pombo no forno, aqui impera a qualidade do produto. Estamos às portas de Lyon, provavelmente o epicentro da gastronomia francesa. Aqui, três Grands Chefs cultivam a tradição do bom gosto e dos sabores. Na Villa Florentine, Davy Tissot mostranos a cidade a partir dos terraços da colina Fourvière. Com uma decoração de inspiração italiana, o chef compõe os seus menus à imagem da cidade ’’um cruzamento entre o mar e a montanha’’. Nas proximidades do Parc de la Tête d’Or, Pierre Orsi prepara no seu restaurante pratos clássicos à base de produtos nobres com o maior dos requintes. Finalmente, um pouco afastado da cidade, nas margens do rio Saône, L’Auberge de L’Île Barbe de Jean-Christophe Ansanay-Alex proporciona uma viagem através de novos sabores que aliam o foie gras com o ketchup de marmelo…

Restaurant Guy Lassausaie
Villa Florentine
Restaurant Pierre Orsi
Auberge de l’Ile Barbe

Podemos aconselhá-lo na reserva de sua rota. Contate sua Central de Reservas :

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Revenir en haut de page
3ª Etapa: 2 dias, 2 noites

Georges Blanc Parc & Spa

Um cenário mágico e gastronomia
Georges Blanc Parc & Spa
’’Celebrar o sexagésimo aniversário da Relais & Châteaux em Vonnas é ainda mais comovente para mim, visto que sou seguramente o último testemunho vivo da criação da primeira Route du Bonheur assinada na casa do meu tio a 12 de maio de 1954, recorda Georges Blanc. O nosso estabelecimento em Vonnas entrou na cadeia em 1972 na qualidade de Relais de Campagne. Fazíamos parte da Relais Gourmands criada na companhia de Pierre Troisgros, o pai de Michel. A Relais & Châteaux revela um estado de alma, com propriedades tão diferentes e um encanto ímpar’’. Mais que um estabelecimento, a família Blanc criou uma aldeia inteiramente dedicada à arte de bem viver e à gastronomia. Uma propriedade que também se orgulha de possuir uma das melhores adegas do mundo, com cerca de 135.000 garrafas.

Perto da propriedade...

Hameau du Vin, Romanèche-Thorins

Desde a viticultura até à vinificação, os segredos do mundo do vinho são revelados neste espaço criado no coração de Beaujolais por Georges Dubœuf. Em cinquenta anos, este homem apaixonado deixou de ser um simples engarrafador e tornou-se no maior negociante de Beaujolais. A história da vinha e do vinho é narrada em quase 30.000 m2 de parque e espaços de exposição. Dois mil anos de história e de saber-fazer que terminam muitas vezes com a degustação de um copo de vinho…

Hameau du Vin

Museu Departamental de Bresse - Domaine des Planons, Saint-Cyr-sur-Menthon

Instalado numa magnífica quinta do século XVIII característica da região, complementada por um edifício de arquitetura contemporânea, este museu inteiramente dedicado ao património autóctone apresenta ricas coleções que reúnem os trajes, ornamentos e produtos do terroir. Fiel à região, Georges Blanc participou na elaboração no local de uma verdadeira unidade de criação de aves de capoeira de Bresse. Foi igualmente recriada uma horta. Em 2014, irá realizar-se uma grande exposição dedicada aos esmaltes de Bresse que abrilhantavam os adornos das pessoas comuns no século XIX.

Parque das Aves, Villars les Dombes

Grous-coroados-orientais, pelicanos-crespos, íbis-escarlate e papagaios, cacatuas e marabús… estas são apenas algumas das variadíssimas espécies de aves que podemos observar neste parque de 35 hectares instalado mesmo no coração de uma reserva ornitológica. Um belíssimo espetáculo de aves nascidas e criadas no local oferece aos espectadores a possibilidade de contemplarem estes animais em pleno voo.

Parc des Oiseaux

Na rota...

Os Grands Chefs do Vale do Reno

A cidade de Vienne conta com uma das principais instituições gastronómicas da rota. Durante muito tempo propriedade do chef Fernand Point, o restaurante La Pyramide está atualmente entregue ao talento de Patrick Henriroux. Com uma decoração moderna como pano de fundo, os produtos da região e os sabores delicados e especiarias são servidos aos comensais. Mais a sul, no Hotel Restaurante com o seu nome, Régis e Jacques Marcon transformam a cozinha em estrelas. Virada para a natureza, com um certificado de ’’rótulo ecológico’’, o seu estabelecimento como que se perde na paisagem. Os seus pratos de lentilhas verdes do Puy, borrego ou peixes do rio valem uma viagem (quase sem retorno) a Haute-Loire. Mas não é possível não seguir caminho e resistir ao chamamento da Maison Pic gerida desde há alguns anos por Anne-Sophie. Famosa no mundo inteiro, a neta de André e filha de Jacques Pic continua a colocar Valence no mapa da gastronomia francesa. As suas associações, tão refinadas como inesperadas, procuram sempre expressar a própria essência dos legumes, peixes e carnes.

La Pyramide
Hôtel et Restaurant Régis et Jacques Marcon
Maison Pic

Podemos aconselhá-lo na reserva de sua rota. Contate sua Central de Reservas :

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Revenir en haut de page
4ª Etapa: 2 dias, 2 noites

Oustau de Baumanière & Spa

O Chef que faz cantar a Provence
Oustau de Baumanière & Spa
’’Nasci em 1945, ano no qual o meu avô, Raymond Thuilier, criou L’Oustau de Baumanière, conta o célebre e galardoado chef Jean-André Charial. A minha família envolveuse muito rapidamente na história da Relais & Châteaux. Desde as poucas casas situadas ao longo da Nationale 7 que a compunham nos anos cinquenta até à sua expansão para todos os continentes.’’ Sessenta anos durante os quais L’Oustau de Baumanière se tornou numa paragem obrigatória, frequentada por Brigitte Bardot, o General de Gaulle ou a Rainha de Inglaterra. Presentemente, a história ainda continua…

Perto da propriedade...

Le Moulin Castelas, Les Baux de Provence

É em Moulin Castelas que Jean-Benoît Hugues produz talvez aquele que é o melhor azeite do vale de Baux-de-Provence. Nos 45 hectares da propriedade que se estende ao longo das encostas soalheiras dos Alpilles existem quatro variedades de azeitonas: Aglandau, Grossane, Salonenque e Verdale. Cada uma tem as suas particularidades e um aroma bem distinto. Jean-Benoît trabalha o azeite como um vinho, com a mesma paixão e precisão. Aqui, o fruto transforma-se em elixir.

Le Moulin Castelas

Pedreiras de Lumières, Les Baux de Provence

E se o maior ecrã do mundo se encontrasse na Provença? Num local de eleição, nas antigas pedreiras de Baux, desfilam obras dos artistas mais famosos. Filmadas por Cocteau em 1959, no seu filme O Testamento de Orfeu, as pedreiras constituem hoje em dia um extraordinário cenário. Mais de 6000 m2 onde são projetados espetáculos que jogam com as telas de Gauguin, Monet ou Van Gogh. Cada ano, uma nova criação ilumina o calcário branco. Em 2014, presta-se homenagem a Klimt e Vienne…

Carrières de Lumières

L’Affectif, o vinho de Jean-André Charial

É no Domaine de Lauzières, no vale isolado no sul dos Alpilles, que Jean-André Charial produz um vinho rosé ou tinto com o doce nome de ’’L’Affectif’’. Dependendo das colheitas, este vinho da região DOC Les Baux de Provence apresenta aromas de ameixas, amoras ou frutos vermelhos…

L’Affectif

Na rota...

Os Grands Chefs de Montpellier a Castellet

Apenas a alguns quilómetros de Nîmes, Michel Kayser, ’’sulista’’ por adoção, presta homenagem à Provença entre um pregado confitado com azeite e uma ilha flutuante com trufas da Provença no seu Restaurant Alexandre. A Route du Bonheur abandona a antiga estrada Nationale 7 para fazer um pequeno desvio perto de Montpellier, onde as irmãs Jacques e Laurent Pourcel trabalham a quatro mãos em torno dos cinco sentidos no seu fabuloso Jardin des Sens. Regressamos a Les Baux de Provence e aos sabores do Luberon que explodem na boca em Bonnieux-en-Provence. Na sua Bastide de Capelongue com vista para os campos de lavanda, Édouard Loubet apresenta pratos que transpiram natureza. Chegados a Marselha, Le Petit Nice de Gérald Passédat é um verdadeiro hino ao mar onde os pequenos peixes pescados nas enseadas das redondezas se tornam nas iguarias mais preciosas do mundo. Nos pratos provençais de Christophe Bacquié, cuja cozinha no Hôtel du Castellet também está inteiramente virada para o sol, redescobrimos o mar Mediterrâneo. Criado na Córsega, este chef tem sempre os olhos postos no Sul…

Restaurant Alexandre
Le Jardin des Sens
Bastide de Capelongue
Le Petit Nice-Passédat
Hôtel du Castellet

Podemos aconselhá-lo na reserva de sua rota. Contate sua Central de Reservas :

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Revenir en haut de page
5ª Etapa: 2 dias, 2 noites

Château de La Chèvre d’Or

Sumptuoso e romântico palácio entre o mar e as estrelas
Château de La Chèvre d’Or
’’A história da La Chèvre d’Or está intimamente ligada à da Relais & Châteaux. O seu ADN é semelhante’’, explica o dono, Thierry Naidu. A La Chèvre d’Or abriu as suas portas sobre o rochedo de Eze em 1953 e aderiu à prestigiante associação logo três anos mais tarde. Na altura o estabelecimento incluía apenas um pequeno restaurante e alguns quartos no cimo da aldeia, mas atualmente conta com inúmeros restaurantes e dezenas de casas sobre este rochedo. A La Chèvre d’Or ainda oculta o requinte dos seus quartos por detrás de espessas paredes de pedra antiga. Longe de olhares indiscretos, o Mediterrâneo está à sua mercê…

Perto da propriedade...

Os Grands Chefs da Riviera

Situado em La Napoule, L’Oasis emerge à beira do Mediterrâneo. Com o seu Centro de Festivais e sobretudo, o seu Mercado Forville, Cannes atrai cinéfilos e apreciadores de boa comida, tais como, Stéphane, François e Antoine Raimbault. Alguns quilómetros no interior, no cimo de Grasse, são as folhas prateadas das oliveiras que recebem o visitante na Bastide Saint Antoine. Mundialmente famosa pelos seus perfumes, a cidade oferece ao chef Jacques Chibois sabores inimagináveis e é um verdadeiro santuário para os seus legumes biológicos. Após atravessar Antibes, Nice e a aldeia montanhosa de Èze, a estrada Nationale 7 desemboca por fim em Menton, às portas de Itália. Sob a sombra de magníficos limoeiros, lançamos um último olhar para o Mediterrâneo a partir de Mirazur, a mesa do talentoso chef italo-argentino Mauro Colagreco, onde se diz que esta Route du Bonheur é também a rota de todos os sabores…

L’Oasis
Restaurant Mirazur
La Bastide Saint-Antoine

O Caminho de Nietzsche, Eze

Terá sido ao longo do caminho que hoje em dia ostenta o seu nome, que o célebre filósofo que vivia nos arredores teria imaginado a terceira parte da sua obra monumental Assim falava Zaratustra. Seguindo os passos de Friedrich Nietzsche, avançamos por entre os muros de pedras secas, as ciprestes e as buganvílias, os perfumes de murta e rosmaninho. O Mediterrâneo apresenta-se despretenciosamente num cenário digno de um postal. Conte com cerca de quarenta e cinco minutos para descer e/ou uma hora e meia para subir os 400 m de desnível.

A Villa Ephrussi de Rothschild, Saint-Jean-Cap-Ferrat

Transformado em museu em 1938, este magnífico palácio renascentista é um dos mais impressionantes da Côte d’Azur. Acérrima colecionadora de arte, a sua proprietária Béatrice Ephrussi de Rothschild era famosa pelo seu gosto refinado. No interior da vila, podemos ainda visitar os antigos salões e aposentos da baronesa que alojam uma excecional coleção de porcelana francesa. Além disso, é imprescindível que o visitante deambule por um dos nove jardins "notáveis" da propriedade (assim designados pelos Ministério da Cultura em 2005) que se estendem quase por sete hectares.

Villa Ephrussi

Fundação Maeght, Saint-Paul-de-Vence

A arte moderna e contemporânea encontrou aqui os seus melhores embaixadores. Com este fabuloso edifício, Aimé e Marguerite Maeght criaram um espaço ímpar para as obras de Giacometti, Chagall, Miro, Léger ou Braque. Esplendorosos jardins ornamentados com obras monumentais dão continuidade ao edifício. Desde a sua criação em 1964 que foram realizadas várias exposições monográficas consagradas àqueles que eram frequentemente amigos íntimos da família Maeght. Para celebrar este ano o seu quinquagésimo aniversário, a Fundação organiza na Primavera uma exposição dedicada à arquitetura do catalão Josep Lluís Sert. No Verão, a Fundação revisita as grandes obras que marcaram a sua história…

Fondation Maeght

Podemos aconselhá-lo na reserva de sua rota. Contate sua Central de Reservas :

1 800 735 2478

Indique o código : TROISGROS

Ligando de um outro país? Clique aqui

Textes : © Guides Gallimard