Fechar Fechar
Relais & Chateaux é uma coleção exclusiva dos 500 melhores hotéis de luxo e restaurantes gourmet em 60 países.
Das vinhas de Napa Valley até as praias de Bali, as oliveiras na Provence até as reservas da África do Sul, Relais & Châteaux reúne as paisagens mais bonitas da viagem para descobrir todas as regiões de cada país.
Fechar Fechar
A arte de dar Relais & Châteaux com nossos pacotes e certificados de presente CRÉATION. Para um fim de semana encantador em um ambiente excepcional, uma vida fora do mundo, ou um jantar gourmet à mesa de um dos nossos grandes chefs, mais de 300 casas Relais & Chateaux bem-vindos aqueles que você selecionado para preencher, para uma experiência inesquecível.

Beneficiário de um presente CRÉATION? Beneficiário de um passe LYS?

Fechar Fechar
Descubra uma turnê mundial da coleção da Relais & Chateaux. Seja qual for a ocasião, independentemente da duração da sua estadia, cada instituição vai oferecer o melhor de sua cultura e seu terroir.
Nosso canal de televisão
Veja os nossos vídeos temáticos
 
 
Fechar Fechar
Viver uma experiência Relais & Châteaux é experimentar novas sensações. Cada uma das nossas instalações oferece para explorar uma paleta sensorial única, onde a beleza de um lugar, o calor da acolhida e da qualidade de uma tabela são combinados à perfeição. Fragrâncias e sabores, cores e paisagens tornam cada estadia um momento raro e intenso
Fechar Fechar
Descubra a excelência da gastronomia oferecida em nossas instituições: Clássico ou contemporâneo, é sempre inventivo e surpreendente. Criatividade comemorado em todo o mundo, como nossos grandes Chefs estão entre a elite da gastronomia mundial.

Imprimir esta página Envie esta página para um amigo

Restaurant Hôtel de Mikuni.

Restaurante de um Grand Chef Relais & Châteaux na cidade. Japão,Tokyo

Kiyomi Mikuni

Chef
Restaurant Hôtel de Mikuni Tokyo 160-0011

Eu nasci em okkaïdo, no norte do Japão, de um pai pescador e de uma mãe camponesa. Éramos 7 irmãos e sempre gostamos de cozinhar.

Eu comecei o meu aprendizado com a idade de 15 anos em um grande hotel de Sapporo, depois no Imperial, em Tóquio. Com a idade de 20 anos, o chef, Sr. Murakami, me enviou a Genebra para me tornar chef da embaixada do Japão.

Eu fiz estágios com Frédy Girardet, que me enviou para Haeberlin, Chapel e Troisgros: nesses lugares, eu aprendi os princípios da cozinha francesa e fiquei fascinado pelo gênio criador de meus mentores, cada um com um estilo diferente.

Na minha volta a Tóquio, eu me tornei chef de um bistrô francês e, depois, em 1985, eu abri o hotel de Mikuni, onde eu tive o prazer de receber todos os embaixadores da França que passaram pelo Japão.


Qual foi a sua maior emoção gastronômica?
Em Tóquio, no Impérial, a descoberta de produtos que eram desconhecidos para mim, como o vinho tinto, o foie gras, a trufa...
A lembrança também de Frédy Girardet, que sabia preparar, com produtos que eram entregues às 11h30, um cardápio extraordinário para um salão repleto na hora do almoço.

O incidente de cozinha mais divertido que você já presenciou?
Na Vinexpo de 1995, uma recepção estava sendo organizada para 180 pessoas em Saint Emilion. Meus dois chefs e eu trabalhamos da manhã à noite para preparar os 180 talheres. No entanto, todos os produtos chegaram desarrumados.
Então, foi preciso fazer apelo à nossa imaginação para conseguirmos compor o jantar: servimos o foie gras com ervas aromáticas colhidas ao redor do chateau, o peixe virou um combinado de peixe e a codorna foi servida sob a forma de rodelas... Nós conseguimos transformar um jantar sem que ninguém se desse conta do que tinha acontecido!
E a recepção foi um sucesso!

Seu conselho mais importante para os cozinheiros de fim de semana?
Ao fazer as compras no mercado, é preciso escolher aquilo que a gente ama, ter confiança em seu instinto e em seus gostos.