Fechar Fechar
Relais & Chateaux é uma coleção exclusiva dos 500 melhores hotéis de luxo e restaurantes gourmet em 60 países.
Das vinhas de Napa Valley até as praias de Bali, as oliveiras na Provence até as reservas da África do Sul, Relais & Châteaux reúne as paisagens mais bonitas da viagem para descobrir todas as regiões de cada país.
Fechar Fechar
A arte de dar Relais & Châteaux com nossos pacotes e certificados de presente CRÉATION. Para um fim de semana encantador em um ambiente excepcional, uma vida fora do mundo, ou um jantar gourmet à mesa de um dos nossos grandes chefs, mais de 300 casas Relais & Chateaux bem-vindos aqueles que você selecionado para preencher, para uma experiência inesquecível.

Beneficiário de um presente CRÉATION? Beneficiário de um passe LYS?

Fechar Fechar
Descubra uma turnê mundial da coleção da Relais & Chateaux. Seja qual for a ocasião, independentemente da duração da sua estadia, cada instituição vai oferecer o melhor de sua cultura e seu terroir.
Nosso canal de televisão
Veja os nossos vídeos temáticos
 
 
Fechar Fechar
Viver uma experiência Relais & Châteaux é experimentar novas sensações. Cada uma das nossas instalações oferece para explorar uma paleta sensorial única, onde a beleza de um lugar, o calor da acolhida e da qualidade de uma tabela são combinados à perfeição. Fragrâncias e sabores, cores e paisagens tornam cada estadia um momento raro e intenso
Fechar Fechar
Descubra a excelência da gastronomia oferecida em nossas instituições: Clássico ou contemporâneo, é sempre inventivo e surpreendente. Criatividade comemorado em todo o mundo, como nossos grandes Chefs estão entre a elite da gastronomia mundial.

Imprimir esta página Envie esta página para um amigo

Meadowood Napa Valley.

Restaurante de um Grand Chef Relais & Châteaux e hotel no campo. Estados Unidos da América,St. Helena

Christopher Kostow

Chef
Meadowood Napa Valley St. Helena 94574

Chef estrelado Michelin antes mesmo de chegar aos 30 anos, a postura de Christopher Kostow diante da comida é tão cuidadosa que parece desmentir a sua idade. Com maestria, misturando a cozinha francesa contemporânea com a tradicional comida da fazenda, Christopher cria uma experiência transcendental para os clientes todas as noites no The Restaurant em Meadowood. “Junto certas lembranças culinárias - combinações tradicionais que funcionam bem – então destilo esses sabores em algo que é, em princípio, muito diferente, para torná-lo único.” O resultado é um cardápio de pratos ousados e criativos, frequentemente renovado, como os pequenos medalhões de caprinos cozidos no soro de leite e o filé de linguado cozido no vapor coberto com uma fina lâmina de cenoura.

Tendo escolhido um percurso educacional próprio, Christopher considera que o apoio e o ensino que ele recebeu de grandes chefs como Trey Foshee e Daniel Humm deram-lhe a liberdade e a oportunidade de aperfeiçoar seu ofício. Com sua chegada a Meadowood em fevereiro de 2008, Christopher trouxe pratos que levam em conta os alimentos de cada estação, sempre preparados segundo o rigor da cozinha francesa moderna. Guiado pelos sabores puros de ingredientes da mais alta qualidade, Christopher também deixa espaço para a inspiração espontânea. Morangos se mesclam ao foie gras, o sorvete de azeite complementa a cavala espanhola marinada em sucos cítricos e folhas aveludadas de fava e alho verde realçam um ovo levemente pouché.

Embora Christopher sempre tenha tido uma paixão pela cozinha, este nativo de Chicago passou boa parte da sua juventude cozinhando para os amigos e, de certa maneira, rejeitando a idéia de seguir a carreira de chef. Foi apenas depois de ter recebido o diploma de bacharel em Filosofia pelo Hamilton College em Nova York que Christopher percebeu a sua vocação.

Quando se mudou para San Diego em 1999, decidiu entrar no mundo rarefeito da restauração refinada e foi logo descoberto pelo mais prestigiado chef da região, Trey Foshee, o número um da Food & Wine’s Best New Chefs de 1998.

Depois de apenas alguns meses no aclamado restaurante George’s em Cove, o chef Foshee deu a Christopher a oportunidade de criar seus próprios pratos, quando ele tinha somente 22 anos. A intensidade e o rigor da cozinha tornaram-se um bem-vindo desafio para Christopher, que trabalhou muito bem para superar cada obstáculo durante sua temporada de três anos nesse restaurante.

Sempre disposto para superar seus limites e ganhar mais experiência, Christopher deixou seu emprego no George’s e partiu para uma viagem enriquecedora pela França. Lá, ele passou por todo tipo de experiência culinária, de bistrôs de Paris a restaurantes estrelados Michelin, como o “Le Jardin des Sens” em Montpellier, passando ainda pelo vilarejo de Salon-de-Provence, onde comandou a cozinha de um antigo mosteiro do século XIV.

Quando retornou aos Estados Unidos, Christopher mudou-se para San Francisco, onde trabalhou como subchefe no premiado restaurante Campton Place, sob a direção de Daniel Humm. A partir daí, ele virou chef no Chez TJ em Mountain View por dois anos, durante os quais o restaurante recebeu várias distinções, incluindo duas estrelas Michelin e um lugar destacado na lista dos dez melhores pratos do ano da revista Food & Wine em 2007.

Quando chegou a Meadowood em fevereiro de 2008, Christopher conservava duas estrelas Michelin, e tinha sido nomeado para o prêmio de melhor chef da região do Pacífico da Fundação James Beard e para o número um da Food & Wine Magazine’s Best New Chefs de 2009. Em fevereiro de 2010, Christopher recebe o disputado prêmio de quatro estrelas do San Francisco Chronicle e rapidamente, em 2011, recebe a mais alta classificação de três estrelas do respeitável Guia Michelin. Dessa forma, Christopher transformou-se no segundo chef americano e no terceiro chef mais jovem a ganhar três estrelas Michelin.

Christopher e a equipe do The Restaurant em Meadowood mantiveram suas três estrelas Michelin nas edições de 2012 e 2013 do guia de restaurantes da Baía de San Francisco e da região vinícola, assim como as quatro estrelas do San Francisco Chronicle. Em maio de 2013, Christopher recebeu da Fundação James Beard o prêmio do melhor chef do oeste americano.

Ao longo de sua carreira, Christopher sempre se inspirou no deleite de seus clientes enquanto experimentavam algo novo e inesperado. O compromisso de Meadowood com o atendimento e a excelência, assim como sua talentosa equipe de especialistas habilidosos criam um terreno fértil para a criação de pratos realmente memoráveis. “O Meadowood me dá a liberdade e os recursos necessários para conceber uma cozinha criativa. Possui uma grande cozinha que dispõe de muitos cozinheiros qualificados, o que me permite ter tempo para elaborar pratos e refletir bastante sobre minha cozinha.”

Christopher adora trabalhar em estreita colaboração com os sommeliers do Meadowood para explorar a dinâmica entre a comida e o vinho. Quando não está no restaurante, pode-se encontrá-lo no jardim do Meadowood concebendo seu cardápio, em constante evolução, sempre baseado em produtos frescos e maduros.

E para completar a riqueza local, ele adquire produtos orgânicos dos melhores fornecedores do país e do exterior. Seu azeite de oliva vem de produtores orgânicos chilenos e californianos. Os queijos de cabra são fornecidos pelo produtor local Soyoung Scanlon. Suas ervas e folhas verdes provêm de White Crane Springs que fica em uma cidade vizinha chamada Healdsburg. Os coelhos são regularmente fornecidos pelas fazendas de Cloverdale no Condado de Sonoma.

O extremo cuidado que Christopher aporta aos detalhes técnicos pode ser percebido ao se saborear seus pratos, mas o que caracteriza ainda mais a sua cozinha é sua eterna curiosidade. “Permanentemente, estou aprendendo coisas novas. A fronteira entre criatividade e experimentação é extremamente tênue, assim como entre uma atitude rigorosa e ousada no que diz respeito ao alimento. Eu me situo no limite e me esforço para dar à minha cozinha o melhor sabor possível.”


Qual foi a sua experiência gastronômica mais emocionante?

Eu não consigo destacar uma experiência particular, mas posso dizer que ter vindo trabalhar aqui em Meadowood é um marco revolucionário na minha concepção de cozinha. É motivador trabalhar com produtores e fornecedores locais e utilizar os ingredientes que vimos crescer naturalmente no terreno em torno da propriedade. Quando me instalei no Vale do Napa foi que comecei realmente a cozinhar com um sentimento particular de pertencimento.

E o incidente mais divertido relacionado com a cozinha?

Recebemos clientes em nossa cozinha todas as noites, o que inevitavelmente se presta a muitos incidentes divertidos. Meu pessoal da cozinha se comunica com os clientes ao servir-lhes os pratos, eles riem e brincam, etc. Na cozinha, há muita camaradagem da qual os clientes felizmente também fazem parte.

Seu melhor conselho para os cozinheiros que estão começando?

Mantenha a cabeça baixa e trabalhe tão duro quanto possível.


Hotel
Data Check-in



Escritório da Central de Reservas (Estados Unidos da América)

1 800 735 2478

Ligando de um outro país? Clique aqui