Fechar Fechar
Relais & Chateaux é uma coleção exclusiva dos 500 melhores hotéis de luxo e restaurantes gourmet em 60 países.
Das vinhas de Napa Valley até as praias de Bali, as oliveiras na Provence até as reservas da África do Sul, Relais & Châteaux reúne as paisagens mais bonitas da viagem para descobrir todas as regiões de cada país.
Fechar Fechar
A arte de dar Relais & Châteaux Lys com nossos pacotes e cheques-presente CRÉATION. Para um fim de semana encantador em um ambiente excepcional, uma vida fora do mundo, ou um jantar gourmet à mesa de um dos nossos grandes chefs, mais de 300 casas Relais & Chateaux bem-vindos aqueles que você selecionado para preencher, para uma experiência inesquecível.
Fechar Fechar
Descubra uma turnê mundial da coleção da Relais & Chateaux. Seja qual for a ocasião, independentemente da duração da sua estadia, cada instituição vai oferecer o melhor de sua cultura e seu terroir.
 
 
Fechar Fechar
Viver uma experiência Relais & Châteaux é experimentar novas sensações. Cada uma das nossas instalações oferece para explorar uma paleta sensorial única, onde a beleza de um lugar, o calor da acolhida e da qualidade de uma tabela são combinados à perfeição. Fragrâncias e sabores, cores e paisagens tornam cada estadia um momento raro e intenso
Fechar Fechar
Descubra a excelência da gastronomia oferecida em nossas instituições: Clássico ou contemporâneo, é sempre inventivo e surpreendente. Criatividade comemorado em todo o mundo, como nossos grandes Chefs estão entre a elite da gastronomia mundial.

Imprimir esta página Envie esta página para um amigo

Grand Hôtel du Lion d’Or.

Restaurante de um Grand Chef Relais & Châteaux e hotel em uma cidade. França,Romorantin-Lanthenay

Didier Clément

Chef
Grand Hôtel du Lion d’Or Romorantin-Lanthenay 41200

Eu sou originário das margens do Loire. A minha infância foi vivida ao ritmo da pesca, das colheitas, dos passeios na floreta. Eu comecei na cozinha com a idade de 16 anos e, logo no primeiro dia, quando eu me vi no meio de uma brigada, descobri que aquele era o meu lugar.

Eu tive a sorte de ter um mestre, Jean Guinot, no meu aprendizado, que me transmitiu o gosto pelo belo e pelo bom. Depois das passagens pelas grandes maisons, como a Taillevent, a Ledoyen e a Oasis, eu cheguei por amor à Romorantin, em 1980. Desde então, eu interpreto o patrimônio culinário de minha região, particularmente por meio da redescoberta de produtos esquecidos, temperos, ervas selvagens, cogumelos, frutos de colheita.

É importante para mim revalorizar os produtos simples e os tornar impressionantes. A nossa região foi fortemente marcada pelo Renascimento. Naquela época, todos se abriam às novas influências: abriam-se as janelas. Os encontros e as viagens podem também influenciar a minha cozinha. Eu adoro flanar por aí...


Qual foi a sua maior emoção gastronômica?
Em um almoço com Joël Robuchon, na rua de Longchamp, antes que ele adquirisse a sua terceira estrela, eu me lembro de raviólis de lagostas onde o equilíbrio tinha uma pureza elegante.

O incidente de cozinha mais divertido que aconteceu com você?
Em uma viagem presidencial ao chateau do Loire, esqueceram de me dizer que era preciso cozinhar também para a equipe de segurança do Presidente da República. Eu tive que improvisar um almoço para 40 pessoas a partir de um filé de boi!

Seu conselho mais importante para os cozinheiros de fim de semana?
Seguir a inspiração do mercado e cozinhar entre amigos.

Meus videos


Hotel
Data Check-in



Escritório da Central de Reservas (Estados Unidos da América)

1 800 735 2478

Ligando de um outro país? Clique aqui