Fechar Fechar
Relais & Chateaux é uma coleção exclusiva dos 500 melhores hotéis de luxo e restaurantes gourmet em 60 países.
Das vinhas de Napa Valley até as praias de Bali, as oliveiras na Provence até as reservas da África do Sul, Relais & Châteaux reúne as paisagens mais bonitas da viagem para descobrir todas as regiões de cada país.
Fechar Fechar
A arte de dar Relais & Châteaux com nossos pacotes e certificados de presente CRÉATION. Para um fim de semana encantador em um ambiente excepcional, uma vida fora do mundo, ou um jantar gourmet à mesa de um dos nossos grandes chefs, mais de 300 casas Relais & Chateaux bem-vindos aqueles que você selecionado para preencher, para uma experiência inesquecível.

Beneficiário de um presente CRÉATION? Beneficiário de um passe LYS?

Fechar Fechar
Descubra uma turnê mundial da coleção da Relais & Chateaux. Seja qual for a ocasião, independentemente da duração da sua estadia, cada instituição vai oferecer o melhor de sua cultura e seu terroir.
Nosso canal de televisão
Veja os nossos vídeos temáticos
 
 
Fechar Fechar
Viver uma experiência Relais & Châteaux é experimentar novas sensações. Cada uma das nossas instalações oferece para explorar uma paleta sensorial única, onde a beleza de um lugar, o calor da acolhida e da qualidade de uma tabela são combinados à perfeição. Fragrâncias e sabores, cores e paisagens tornam cada estadia um momento raro e intenso
Fechar Fechar
Descubra a excelência da gastronomia oferecida em nossas instituições: Clássico ou contemporâneo, é sempre inventivo e surpreendente. Criatividade comemorado em todo o mundo, como nossos grandes Chefs estão entre a elite da gastronomia mundial.

Imprimir esta página Envie esta página para um amigo

Château d’Adoménil.

Restaurante de um Grand Chef Relais & Châteaux e hotel em um parque. França,Lunéville

Cyril Leclerc

Chef
Château d’Adoménil Lunéville 54300

Eu não vim de uma família de cozinheiros, mas sempre me senti atraído por este belo ofício.

Comecei como aprendiz de pastelaria em Lunéville. Meu mestre me transmitiu o amor ao rigor, ao respeito e aos bons produtos. Ao fim desse aprendizado, eu optei por ficar a seu lado até a sua aposentadoria.

Em 1994, eu me juntei à Maison Lalonde, em Nancy, como confeiteiro chocolateiro.

Em 1996, eu integrei à equipe do Château d’Adoménil como pasteleiro e me juntei aos meus sogros aceitando o emprego que eles me propunham desde o meu casamento com a filha deles, Sophie, em 1994.

Eu descobri, assim, o mundo da cozinha ao lado de meu sogro e de minha cunhada Cathy. Foi marcante também a influência do avô de Sophie, cozinheiro formado no modelo Escoffier, que me ofereceu inúmeras obras e que me explicou as bases.

A cozinha era a cada dia mais atraente para mim. Depois do trabalho, eu fazia testes, tentando adaptar algumas técnicas, do doce ao salgado e, depois de meu cunhado ter descoberto o meu interesse, ele passou a me dar conselhos.

Eu mudei de caminho em 1998, estreando como auxiliar de cozinha. Apaixonado, eu fiz a descoberta de cada posto com humildade e, pouco a pouco, fui subindo os degraus. Eu me tornei segundo em 2001 e, depois, chef em 2003, sob o olhar atento de meu sogro.

Graças à confiança e à generosidade de meus sogros, a transição foi feita com tranquilidade e nós retomamos o entusiasmo depois de 2 anos com o objetivo de continuar a bela aventura no Adoménil.

A minha cozinha? Respeito ao produto, leveza e toques de outros lugares.


Qual foi a sua maior emoção gastronômica?

Em maio de 1998, um jantar sublime com Arnsbourg, em Baerenthal. Nós fomos envolvidos pela magia Klein. Eu compreendi que eu tinha um universo gastronômico por descobrir.

O incidente de cozinha mais divertido pelo qual você já passou?

Como acontece todos os domingos, nós esperávamos por dois clientes fiéis. Sabendo que eles eram exigentes, preparamos um frango tradicional de Bresse, que tinha sido posto fora do forno para descansar. Não contávamos com a rapidez do cão deles, chamado de "gourmet" (isso não se inventa!) que se aproveitou da pausa do almoço para se infiltrar na cozinha e amorfanhar o frango. Mais generoso do que seus mestres, ele foi levar a carcaça do frango para eles, enquanto eles passeavam no parque antes do almoço, sob o olhar circunspecto da equipe, que tinha voltado a seu posto!

Seu conselho mais importante para os cozinheiros de fim de semana?

Fazer uma cozinha simples, com bons produtos para comartilhar um momento de convivialidade.


Hotel
Data Check-in



Escritório da Central de Reservas (Estados Unidos da América)

1 800 735 2478

Ligando de um outro país? Clique aqui